Síndrome do Cão Nadador

O que é Síndrome do Cão Nadador?

Síndrome do Cão Nadador consiste em uma dificuldade no desenvolvimento de filhotes, causando dificuldade ao andar em razão do desenvolvimento incompleto da musculatura.

 Sua causa ainda é estudada, mas por enquanto ela está sendo atribuída a fatores ambientais, nutricionais e também genéticos. Algumas raças possuem pré-disposição para esse doença, como é o caso do Bulldog Francês e Basset Hound. 

 

Como saber se meu pet tem Síndrome do Cão Nadador?

Os sinais clínicos são observados logo no início da vida do animal, entre a segunda e a terceira semana do filhote. Os animais apresentam sinais de fraqueza, e pelo filhote não apresentar um suporte adequado do esqueleto, haverá uma compressão dorsoventral do tórax, pelve e abdômen, gerando um movimento similar ao da natação, por isso o nome Síndrome do Cão Nadador.

 

Como diagnosticar a Síndrome do Cão Nadador?

Através da avaliação clínica de um ortopedista, incluindo exames de imagem como o de Raio X e tomografia computadorizada.

 
Qual o melhor tratamento para Síndrome do Cão Nadador?

O melhor tratamento para esse tipo de doença é fisioterapia, que deve ser iniciada assim que for diagnosticada a síndrome. Ela é imprescindível! Além disso, outras medidas importantes incluem tornar o piso em que o animal vive antiderrapante, e controlar a alimentação do animal, pois sobrepeso irá sobrecarregar os membros inferiores do animal. O uso de órteses também ira ajudar o animal portador da Síndrome do Cão Nadador.