Luxação de Patela

O que é Luxação de Patela?

A luxação de patela é basicamente a perda da conexão anatômica da patela com o osso do fêmur, o que causa um deslocamento desse primeiro osso. Essa doença é mais comum em raças de pequeno porte, como Yorkshire, Maltês e Shitzu, porém também pode afetar outros cachorros de grande porte, e até mesmo gatos.

 

Há diferentes graus de luxação de patela, e ela pode ser congênita, ou seja, o pet pode nascer com ela, ou ser adquirida.

 

Como saber se meu pet tem Luxação de Patela?

Os principais sinais clínicos da luxação de patela são claudicação (mancar) e dor no local – que é facilmente notada ao analisar o pet caminhando, pois muitas vezes ele não irá apoiar a pata no chão.

 

Como diagnosticar a Luxação de Patela?

O diagnóstico sugestivo é feito pelo histórico do paciente e exame clínico de palpação. Para ter o diagnóstico definitivo, é necessário a realização de exames complementares de imagem, como o exame de Raio X.

 

Qual o melhor tratamento para Luxação de Patela?

O tratamento depende do grau da luxação patelar. Para casos mais leves, a fisioterapia é uma ótima escolha para fortalecimento muscular, impedindo a evolução do quadro. Já para casos mais avançados, muitas vezes uma intervenção cirúrgica é necessária.