• Carolina Pescador

QUALIDADE DE VIDA PARA PETS COM CANCER


Por maiores que sejam os avanços na medicina veterinária, o câncer é uma doença que não tem cura e ainda traz muitas dúvidas sobre a sua evolução. Assim como nós humanos, os cães e gatos com doença oncológica não sofrem apenas com o tumor, mas também, com vários problemas subjacentes a ele. Por isso os cuidados paliativos com esses animais são tão importantes. O tratamento paliativo refere-se ao uso de terapias que visam o alívio dos sintomas causados pela doença, o controle da dor, amenizam os efeitos colaterais de terapias como a quimioterapia, e corrigem as atividades metabólicas através da correção endócrina e nutricional. Com o objetivo de proporcionar conforto, longevidade e qualidade de vida ao paciente. Os cuidados paliativos, em casos de pacientes oncológicos é um tratamento multidisciplinar que engloba diversas áreas da medicina veterinária. Como a oncologia veterinária, a acupuntura, a fisioterapia, a nutrição, a endocrinologia, as especialidades de imagem e etc. Quanto mais profissionais integrados, maior é a chance de sucesso no tratamento realizado.


MANEJO NUTRICIONAL: É um dos principais pilares para qualidade de vida do paciente oncológico. A mudança de ração para alimentação natural é a mais indicada, pois além conter alimentos minimamente industrializados, ela é mais atrativa para o paladar do pet e é de mais fácil digestão. Na dieta natural para pacientes oncológicos preconiza-se um aumento da ingestão de gorduras e proteínas, diminuição do uso de carboidratos, e suplementação adequada. Tudo isso é de essencial importância para evitar a anorexia e a caquexia oncológica (emagrecimento extremo com perda de tecido adiposo e muscular), que acontece, muitas vezes, pelo próprio tumor e, outras vezes, pelos tratamentos implementados para a doença. A dieta de alimentação natural deve ser sempre prescrita pelo veterinário nutrólogo.


ACUPUNTURA VETERINÁRIA: Estudos indicam que a prática de acupuntura, aliada principalmente à fitoterapia chinesa, homeopatia, e nutrição reduzem o crescimento tumoral em pets. Além de minimizar alguns sintomas da doença como: insônia, ansiedade, fadiga, depressão e falta de apetite. Também é utilizada com sucesso no alívio de efeitos colaterais provocados pela quimioterapia e radioterapia, entre eles as náuseas, vômitos, dores articulares e inapetência. No pós-operatório, seu uso permite a redução das dores e a diminuição da medicação analgésica. Considera-se a acupuntura uma grande alternativa nos casos de tumores, e também em casos em que a metástase já se instalou no organismo do animal. Tratar um paciente que possui câncer com acupuntura proporciona ao animal uma melhora no seu quadro de saúde geral, proporcionando mais saúde, longevidade e uma melhor qualidade de vida.


VISCUM ALBUM: É uma homeopatia injetável muito utilizada no tratamento integrativo dos pacientes oncológicos e que traz inúmeros benefícios. O Viscum album é uma planta utilizada há séculos para tratar inúmeras doenças humanas. Os extratos do Viscum album possuem efeito anticancerígeno, matando as células cancerígenas, regulando negativamente os genes envolvidos na progressão do tumor, da malignidade, da migração e invasão celular. Reduzindo o potencial migratório e invasivo de células tumorais e estimulando as células do sistema imune. O Viscum injetável é indicado como tratamento auxiliar de tumores junto outras terapias convencionais e integrativas. A aplicação é super simples e indolor, e sempre é necessário que um veterinário especializado na técnica avalie o pet e monte o protocolo individualizado para aquele paciente.


É importante salientar que nenhuma das terapias citadas nessa matéria tem por objetivo a cura dos pacientes com câncer, mas sim a melhora dos sintomas causados pela doença, além de dar mais sobrevida e melhorar a qualidade de vida dos animais com câncer.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo